domingo, 8 de outubro de 2017

Álbum de Atleta: Hélio.





◄O Acervo Rubro Anil volta a apresentar ao amigo visitante mais um “Álbum do Atleta”. O quarto nome a ser homenageado é o de Hélio Henrique Costa, o Hélio, zagueiro da equipe profissional do Bonsucesso no final dos anos 70 e início dos anos 80. 





 
Nascido em 21/06/1960 no bairro de Olaria, subúrbio da Leopoldina do Rio de Janeiro, Hélio é formado em Educação Física pela UFRJ, Administração de Empresas e Direito pela SUAM. O “zagueirão rubro anil”, atualmente, é empresário na área de construção civil.

Hélio começou no futsal do Cesso na categoria mirim em 1970. Foi convidado a treinar no campo a pedido do Francisco, filho do sr “Machado da Casa Chic”. Foi reprovado como centroavante, mas apareceu uma oportunidade para a zaga na categoria “dente de leite”, e como zagueiro, Hélio estreou contra o Flamengo na Gávea em 1972. Depois dessa atuação, Hélio seguiu sua trajetória nas categorias de base até chegar ao elenco principal em 1977 e à titularidade em 1978. Na zaga, demonstrou talento e garra ao defender as cores do Bonsucesso. Disputou o Campeonato Brasileiro (Taça de Prata) em 1980 como lateral direito a pedido do técnico Gradim. 

Na carreira profissional foi Campeão Estadual da Segunda Divisão em 1981. Hélio parou com o futebol ainda jovem, aos 22 anos (decisão tomada após desentendimento com um dirigente). Seguiu jogando pela SUAM no Campeonato Universitário tornando-se Campeão por seis vezes.

Galeria de Imagens. ▼

Categoria “Dente de Leite”, 1973.

Campeão do Torneio interno do Bonsucesso (peneira para a categoria “Dente de Leite”). Cada equipe tinha um Capitão que já pertencia à equipe do Cesso. Os times foram batizados com nomes de planetas. O time campeão do Hélio (Capitão do time) chamava-se Júpiter.

Hélio e seus companheiros de equipe, Humberto e Aílton.

Equipe infantil de 1973/1974.

Hélio (Capitão) na Seleção Carioca Infantil em 1974. Jogo em São Januário contra o Fluminense.

Recorte de jornal sobre a seleção infantil.

Cesso 1977.

Cesso 1979/1980 – Julio, Tuninho, Mário, Jorge Galvão, Hélio e Ramiro. Agachados: Maranhão, Neilson, Jorginho, Jair e Ronaldo.

Cesso 1979/1980.

Cesso 1981, ao lado do amigo Caneco.

Cesso Campeão da Segunda Divisão de Profissionais em 1981.

Hélio na marcação de Roberto Dinamite em São Januário – 02/10/1978 – Foto: JS.

Hélio contra o Fluminense – 30/10/78 – Foto: JS.

Ficha técnica sobre o empate com o Fluminense.

Hélio contra o Vasco – 01/11/78 – Foto: JS.

Recorte com elogio a atuação do Hélio contra o Botafogo.

Ficha técnica da vitória sobre o Bota.

Hélio (4) contra o Fluminense – 18/08/80 – Foto: O Globo.

Taça de Prata 1980.

Fonte: Material gentilmente cedido por Hélio Henrique Costa.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Roberto Carlos na capa. Lembrança da Revista do Bonsucesso aos grandes eventos na Teixeira de Castro.



▼Ribeiro Marques. 
    Foto: André Queiroz.
A gentileza do sr Ribeiro Marques possibilitou a postagem de mais uma Revista do Bonsucesso. O ex-candidato à Presidência do Bonsucesso F. C. em 2008 permitiu ao Acervo Rubro Anil a publicação do seu exemplar da edição de novembro de 1970. A foto de Roberto Carlos na capa desta edição foi uma forma da diretoria do Bonsucesso de comemorar o sucesso de sua programação social com eventos de grandes artistas da música popular brasileira.

Sejam bem vindos às páginas que registram a organização do clube e suas atividades em vários departamentos, amador, profissional e social. 

 Capa.
 Composição da Diretoria.
 Mensagem do Presidente Fuad Bunahum.
 Páginas 5 e 6.
Páginas 9 e10: programação social.
 Páginas 11 e 12.
Páginas 15 e 16: Ribeiro Marques entrevista o Presidente da Federação, Otavio Pinto Guimarães.
Contra capa.


Obrigado pela visita.
George Joaquim.

sábado, 26 de setembro de 2015

Revista do Bonsucesso: a promessa de um "Super Bonsuça".



O inverno passou, a primavera chegou e a memória não cansou. O Acervo Rubro-Anil publica páginas da Revista do Bonsucesso, edição de janeiro de 1970. Nas páginas centrais da revista, a esperança da administração do Cesso de repetir as boas campanhas de 1968 e 1969 e a ideia de um “Super Bonsuça” para 1970. O grande destaque da revista é a capa: foto histórica de um gol do Cesso no Maracanã. O clube adversário na foto é o Flamengo, mas a edição não registra a data da partida e o autor do gol. Então, mesmo “sem lenço e sem documento”, caminhamos para conhecer mais um pequeno trecho da história do Bonsucesso F.C.

Capa: gol do Cesso no Maracanã!

Mensagem do Presidente Fuad Bunahum aos associados.

O novo Cesso para 1970.

Mais uma competição de natação e a boa participação do Cesso.

As festas do Cesso: aniversário e Rainha da Primavera.

Obrigado pela visita.
Abração a todos.
George Joaquim.